Resultados de exames

Serviços

Tecnologia de ponta para os mais diversos diagnósticos

O Centro de Diagnósticos do Santa Luzia dispõe de todo instrumental necessário para detectar as diversas patologias oculares com equipamentos da mais alta tecnologia tais como Analisador de Fibra Nervosa, Angiografia Digital, Ceratoscopia Computadorizada, Biometria IOL Master, OCT (espectral), Campimetria Computadorizada, PAM (Potencial de Acuidade Visual), Paquimetria Ultrassônica, Retinografias, Teste Ortópticos, entre outros.

Exames que realizamos:

  • ANALISADOR DE FIBRAS NERVOSAS/ CERATOSCOPIA

    O que é? : Avaliação da camada de fibras do nervo óptico, estrutura ocular afetada quando há glaucoma.

    Indicações :Investigação e acompanhamento do Glaucoma

  • ANGIOGRAFIA DE GRANDE ANGULAR (ULTRA WIDE FIELD) - HRA HEIDELBERG

    O que é? : A realização do exame é igual a da angiografia fluoresceínica comum, sendo que utilizando um aparelho em que é adaptada uma lente de grande angular. Aparelhos tradicionais de angiografia capturam imagens de retina em um ângulo de até 45º em uma única fotografia. O Heidelberg HRA com o uso da lente de grande angular é capaz, em uma única fotografia, de captura imagem da retina em um ângulo maior do que 100º. Esse aparelho realiza os exames que avaliam a periferia da retina (grande angular), é possível detectar precocemente alterações em doenças como retinopatia diabética, oclusões venosas e uveítes, dentre outras que acometem a retina.

    Indicações :Baixa Acuidade Visual, portadores de doenças sistêmicas tipo diabetes e hipertensão, pacientes míopes, descolamento de retina e coroide, patologias inflamatórias, vasculares e degenerativas da retina (DMRI por exemplo), doenças retinianas hereditária, hemorragias retinianas, tumores oculares e doenças do nervo óptico.

  • ANGIOGRAFIA DIGITAL COM FLUORESCEÍNA

    O que é? : A Angiografia é um exame que para ser realizado é necessário injetar um contraste (fluoresceína sódica) através de uma veia do antebraço ou mão. Com o contraste em circulação nas veias e artérias do olhos é possível fotografar o percurso do contraste nos vasos sanguíneos da retina e coroide. Esse exame é de extrema importância no diagnóstico e tratamento de doenças vasculares, inflamatórias e degenerativas da retina e coroide.

    Indicações :Baixa Acuidade Visual, portadores de doenças sistêmicas tipo diabetes e hipertensão, pacientes míopes, descolamento de retina e coroide, patologias inflamatórias, vasculares e degenerativas da retina (DMRI por exemplo), doenças retinianas hereditária, hemorragias retinianas, tumores oculares e doenças do nervo óptico.

  • BIOMETRIA - IOL MASTER

    O que é? : Dentro do sistema visual temos duas lentes naturais: a córnea e o cristalino. Com o passar dos anos perde-se a transparência do cristalino, que torna-se opaco- o que configura a catarata. Na realização da cirurgia de catarata realizamos a retirada do cristalino opaco e o substituímos por uma lente artificial (lentes intra-oculares). A biometria por interferometria de coerência óptica (IOL Master) consegue medir estruturas do sistema visual, a exemplo do diâmetro ocular, essencial para o cálculo das lentes intra-oculares. Consiste no exame de maior precisão para o cálculo dessas lentes, permitindo uma melhor correção do grau total do paciente após a cirurgia de catarata.

    Indicações :Pré-operatório de catarata para avaliar o grau da LIO.

  • CAMPIMETRIA COMPUTADORIZADA

    O que é? : Exame que tem por objetivo avaliar o campo de visão dos pacientes. É um exame indolor em que o paciente fixa o olho numa luz dentro do aparelho e sinaliza (toca uma campainha) à medida que outros pontos luminosos (estímulos) vão surgindo. O paciente deve fazer o exame sem os óculos ou lentes de contato, caso faça uso, e não pode dilatar as pupilas antes da sua realização. O tempo de execução varia de 10 a 20 minutos dependendo da colaboração do paciente. Existem campimetros com múltiplas estratégias de teste, de acordo com a necessidade do examinador: estratégias convencionais, chamadas Full Treshold e as mais atuais como SITA e Blue Yellow.

    Indicações :Casos de Glaucoma (tanto para diagnostico quanto para monitoramento do tratamento); Alterações neurológicas (AVC = derrame); uso de alguns medicamentos (Cloroquina) ou outras doenças oculares (Retinose Pigmentar).

  • CURVA TENSIONAL DIARIA: TONOMETRIA

    O que é? : É o exame destinado através de algumas medidas da pressão intraocular (tonometria) durante do dia para avaliar o perfil pressórico do paciente. Utiliza-se colírio anestésico e de fluoresceína para realização do exame. Não há necessidade de dilatação.

    Indicações :Exame fundamental no diagnóstico e acompanhamento do glaucoma, já que a pressão intraocular pode variar durante o dia, e apenas com a medida da consulta o oftalmologista pode não identificar pico ou grande variação pressórica.

  • ECOGRAFIA OCULAR / ULTRASSONOGRAFIA OCULAR

    O que é? : A ultrassonografia é realizada para avaliação das estruturas internas do globo ocular (cristalino, cavidade vítrea, retina, coroide e esclera) e cavidade orbitária (músculos oculares, nervo óptico). É de fundamental importância nos casos em que, devido à opacidade corneana, catarata ou hemorragia vítrea, não é possível visualizar o fundo de olho. O exame também auxilia no diagnóstico de lesões oculares pela análise das características das ondas captadas. É possível, também, por este exame analisar estruturas que ficam atrás dos olhos, por exemplo, gordura retro orbitária. Existem dois métodos principais de ultrassonografia ocular, A-scan e B-scan. O A-scan é um raio de som que atravessa os tecidos e o eco é refletido de acordo com a densidade dos meios encontrados. O modo B-scan sofre dispersão no interior dos tecidos (literalmente é a soma de múltiplos A-scan) e detecta a forma e a localização das lesões em forma bidimensional.

    Indicações :Queixas de pontos escuros na visão (moscas volantes) e flashes luminosos, baixa acuidade visual, turvação de meios (córnea, cristalino e vítreo), descolamento de retina e coroide, alterações do cristalino e ou de lentes intraoculares, patologias do vítreo, nervo óptico, da órbita (orbitopatia de Graves) e diagnostico de diferencial para tumores oculares. Pós traumas oculares para identificação de alterações como descolamento de retina, hemorragias e localização de corpos estranhos intraoculares. OBS: comunicar uso de prótese ocular e lentes de contato. As lentes de contato devem ser removidas para a realização do exame, exceto quando o paciente apresente processo inflamatório ou infeccioso no dia do exame ou pós trauma.

  • ESTEROFOTO DE PAPILA/DISCO ÓPTICO

    O que é? : Exame que fornece imagem tridimensional da cabeça do nervo óptico. Tem como objetivo principal a documentação e o auxilio diagnóstico de alterações do disco óptico, como forma, contorno, relevos, tamanho e coloração.

    Indicações :Avaliação de suspeitos de glaucoma e pacientes com glaucoma; e alterações neuroftalmológicas.

  • EXERCÍCIOS ORTÓPTICOS / FISIOTERAPIA OCULAR

    O que é? :

    Terapia ocular

    Indicações :

    Insuficiência de convergência e Desvios (estrabismo)

  • GONIOSCOPIA

    O que é? : Destinado à analise do ângulo entre a córnea e a Iris, por onde é feito o escoamento do liquido formado dentro do olho (humor aquoso), que é importante para regular a pressão intraocular.

    Indicações :Importante na classificação do glaucoma(ângulo aberto ou ângulo fechado); tumores oculares; trauma ocular e outras anormalidades.

  • MAPEAMENTO DE RETINA

    O que é? : Exame que permite analise da retina e sua periferia, nervo óptico e humor vítreo. Através desse exame, é possível visualizar com precisão a periferia da retina, assim, sendo possível detectar lesões predisponentes ao descolamento de retina. Quando leões são detectadas havendo a necessidade do tratamento precocemente, ele é indicado para prevenir complicações futuras. A evolução de determinadas doenças do olho também podem ser avaliadas e acompanhadas através do mapeamento de retina. É de extrema importância que seja realizado de rotina naqueles pacientes portadores de diabetes, hipertensão arterial, usuários de determinadas medicações, no pré e pós-operatórios oftalmológicos e altos míopes.

    Indicações :Baixa Acuidade Visual, portadores de doenças sistêmicas do tipo diabetes e hipertensão, pacientes míopes, descolamento de retina e coroide, patologias inflamatórias, vasculares e degenerativas da retina (DMRI por exemplo), doenças retinianas hereditária, hemorragias retinianas e vítrea, tumores oculares, doenças do nervo óptico e orbitarias.

  • MICROSCOPIA ESPECULAR DE CÓRNEA

    O que é? : É o exame que fotografa a camada mais interna da córnea (o endotélio) permitindo uma análise quantitativa e qualitativa (mostra a densidade e a qualidade) dessas células. O endotélio corneano é responsável, quando encontra-se com um número e qualidade normal de célular, por manter a córnea transparente- por isso esse exame é indispensável no acompanhamento de patologias da córnea e no pré-operatório de algumas cirurgias.

    Indicações :Avaliação pré-operatória das cirurgias de catarata, cirurgias refrativas a laser, transplante de córnea, implantes de lentes facicas, doenças ectásicas (como o Ceratocone), degenerações e nos processos inflamatórios/ infecciosos da córnea ou da câmara anterior. O exame é rápido e indolor.

  • OCT DE SEGMENTO ANTERIOR (VISANTE OU OCT DE CÓRNEA)

    O que é? : O visante consiste num tomógrafo do segmento anterior do olho (exame de imagem). Ele possibilita a visualização detalhada da córnea, humor aquoso, cristalino, íris e ainda possibilita avaliar os ângulos irido-corneais. Importante na avaliação pré-operatória de cirurgias do segmento anterior do olho e nos pacientes vítimas de traumas oculares- onde deveremos sempre procurar por corpos estranhos intra-oculares. Indispensável no acompanhamento de doenças na córnea (distrofias, ceratocones e cicatrizes, por exemplo), e no pré e pós-operatório de cirurgias refrativas.

    Indicações :Avaliação de doenças da córnea, traumas oculares, medidas do ângulo, cálculo do posicionamento de lentes intraoculares de câmara anterior.

  • PAM - POTENCIAL DE ACUIDADE VISUAL

    O que é? : O PAM ou potencial de acuidade macular serve para avaliação do potencial máximo de visão fornecido pela retina- um dos elementos do sistema visual. Durante o exame tenta-se excluir o efeito da baixa visual causada pela córnea e pelo cristalino, a exemplo dos pacientes com catarata (opacidades no cristalino). Portanto, conseguimos definir uma estimativa no ganho de visão no pré-operatório de cirurgias oftalmológicas.

    Indicações :Este exame costuma ser indicado no pré-operatório de cirurgias de catarata, tentando-se prever o resultado visual pós-operatório.

  • PAQUIMETRIA

    O que é? : Exame que mede a espessura da córnea. É indolor e de rápida execução. Deve estar sem óculos ou lentes de contato caso faça uso.

    Indicações :Suspeitos de Glaucoma, planejamento de cirurgias refrativas com laser, avaliar alterações na espessura da córnea causadas por distrofias, uso de lentes de contato, ceratocone ou traumas cirúrgicos.

  • RETINOGRAFIA DIGITAL COLORIDA

    O que é? : O exame realiza uma fotografia da retina. Ele permite avaliar com nitidez as alterações do nervo óptico, retina e mácula auxiliando no diagnóstico, tratamento e acompanhamento de pacientes que apresentem quaisquer doenças ou alteração no segmento posterior do olho.

    Indicações :Diagnostico e acompanhamento das doenças vítreo-retinianas, glaucoma, doenças/alterações do nervo óptico. Patologias inflamatórias, vasculares e degenerativas da retina (DMRI por exemplo), doenças retinianas hereditária e tumores oculares.

  • TESTE DE FUNÇÃO LACRIMAL

    O que é? : Avaliação da lágrima

    Indicações :Olho seco

  • TESTE DE SOBRECARGA HÍBRIDA

    O que é? : Como a curva tensional diária, este exame é pedido quando há necessidade de avaliar o perfil da pressão intraocular do paciente; verificando de forma indireta a capacidade de drenagem do humor aquoso. Após a ingestão de 1 litro de água em 5 minutos, a pressão intraocular é medida algumas vezes para verificar pico ou grandes variações.

    Indicações :Exame utilizado no acompanhamento do glaucoma.

  • TESTE DE VISÃO DE CORES

    O que é? : Investigação de Daltonismo e problemas de retina

    Indicações :Avaliação da capacidade de identificação das diferentes cores

  • TESTE DO OLHINHO

    O que é? :

    Com o Teste do Olhinho é possível detectar várias doenças oculares, principalmente as que precisam de tratamento urgente, a exemplo da Catarata Congênita, que é a segunda causa de cegueira infantil, e do Retinoblastoma, tumor mais frequente na infância.

    Indicações :

    O Teste do Olhinho deve ser realizado no primeiro mês de vida. Sem contraindicações, o exame pode ser feito em todas as crianças recém-nascidas (inclusive prematuras).

    O Teste do Olhinho é facilmente realizado por meio de um aparelho chamado oftalmoscópio e avalia o reflexo vermelho. A luz é de baixa intensidade e incide na retina sem causar qualquer dano ao bebê. É um teste simples, rápido e indolor. Após o Teste do Olhinho, a criança deverá realizar o exame oftalmológico completo a cada 06 meses. A partir dos 02 anos de idade, o exame poderá ser anual.

    Todo bebê prematuro, que nasce com peso inferior a 1,5kg ou tenha até 32 semanas de nascido, deve ter o primeiro exame de mapeamento da retina. Essa avaliação deve ser realizada entre a quarta e sexta semana de vida. O exame é feito para evitar a retinopatia da prematuridade, principal causa de cegueira infantil, e precisa ser repetido até a completa vascularização da retina, por volta de 42 semanas.

  • TESTE ORTOPTICO / EXAME DE MOTILIDADE OCULAR

    O que é? :

    Exame da motilidade ocular

    Indicações :

    Desvios ( ou suspeita) - investigação de cefaléia

  • TOMOGRAFIA DE COERENCIA OPTICA - OCT

    O que é? : O OCT realiza a capitação de imagens da retina, em alta resolução e definição, possibilitando uma análise detalhada de todas as camadas da retina como também do nervo óptico. Uma análise tridimensional (3D) também pode ser feita através desse exame O Spectralis Heidelberg é o único aparelho que possui um mecanismo de rastreamento da movimentação do olho (Eye Tracking) que permite uma análise fiel da mesma região estudada na retina quando realizado exames seriados.

    Indicações :Baixa Acuidade Visual, portadores de doenças sistêmicas tipo diabetes e hipertensão, pacientes com miopia descolamento de retina e coroide, patologias inflamatórias, vasculares e degenerativas da retina (DMRI por exemplo), doenças retinianas hereditária, hemorragias retinianas, tumores oculares e doenças do nervo óptico.

  • TONOMETRIA DE APLANAÇÃO E PNEUMÁTICA (SOPRO)

    O que é? : Medida da pressão intraocular

    Indicações :Exame realizado de rotina nas consultas oftalmológicas, tanto pacientes sem nenhuma patologia ocular com os que têm glaucoma ou outros patologias.

  • TOPOGRAFIA CORNEANA/CERATOSCOPIA COMPUTADORIZADA

    O que é? : Exame que avalia a superfície anterior – a curvatura da córnea. O exame consiste na captura da imagem do reflexo de múltiplos anéis concêntricos de luz projetados na superfície da córnea (discos de plácido). O paciente olha para uma mira central e evita o piscar durante segundos para permitir a captura da imagem. O topógrafo tem um programa que analisa a distância destes anéis de luz refletidos em 34.000 pontos distintos, e traduz esta informação em dioptrias, gerando um mapa colorido. Onde será avaliado a superfície anterior da córnea. Essa análise é importante em qualquer patologia corneal, em especial nos pacientes portadores de astigmatismos, para diferenciarmos se este tipo de astigmatismo pode ser corrigido com óculos (astigmatismos regulares) ou apenas com lentes de contato.

    Indicações :Avaliar curvatura da córnea no pré-operatório de cirurgias de catarata, transplante de córnea, cirurgias refrativas (miopia, hipermetropia, astigmatismo) pterígio, adaptação de lentes de contato, monitorar as distorções corneanas (como o ceratocone). O exame é rápido e indolor e nos usuários de lentes de contato deve ser realizada a sua suspensão antes do exame- o número de dias necessários sem a lente de contato vai depender do médico assistente, podendo variar de 3 ou em raros casos mais de uma semana sem o uso das mesmas.

  • VISANTE OMNI

    O que é? : O Visante Omni consiste no estudo da imagem obtida pela Tomografia do Segmento Anterior (Visante) associado ao estudo da curvatura anterior da córnea (obtida pelo Topógrafo de Córnea Atlas 9000). Dispondo dessas duas modernas tecnologias e de dados cruzados por meio de um software, obtemos um estudo detalhado da Córnea do paciente. Esse estudo detalhado da parte anterior e posterior da córnea é essencial no acompanhamento pré e pós-operatório das cirurgias refrativas (correção de grau laser) e no segmento de doenças corneais, a exemplo do ceratocone.

    Indicações :Não invasivo, indolor e de não contato. Não é necessário dilatar a pupila. Duração aproximada: 20-30 minutos. Suspender lentes de contato 5 dias antes da realização do exame (mais ou menos tempo, a depender do médico examinador).

  • VISÃO SUBNORMAL

    O que é? : Exame da baixa visão

    Indicações :Baixa Visual que não melhora com óculos ou LC